Vacinação contra febre amarela é ampliada em São Paulo

Vacinação contra a doença será estendida para dois barros na zona leste e mais 15 municípios da região metropolitana.

Febre Amarela
Febre Amarela

Por Paula Felix e Júlia Marques, do Estadão Conteúdo

O governo do Estado de São Paulo anunciou ontem (10/11/2017) o fechamento do Parque Ecológico do Tietê, na zona leste paulistana, após a confirmação de mais um macaco morto infectado com febre amarela. Esse é o 16.º parque fechado em São Paulo após mortes de macacos – o primeiro fora da zona norte. Também ontem, o governo estadual anunciou que a vacinação contra a doença será estendida para dois barros na zona leste e mais 15 municípios da região metropolitana de São Paulo.

Segundo o secretário estadual da Saúde, David Uip, os moradores dos bairros Jardim Piratininga e Jardim São Francisco, próximos do parque, serão vacinados. Os funcionários do local, que recebe 4 mil pessoas por dia e 40 mil nos fins de semana, também serão imunizados. Até então, a vacinação na capital ocorria só em áreas perto de parques na zona norte. Em outubro, a Prefeitura já havia prometido vacinar 95% da população da região, estimada em 2,4 milhões de pessoas ao todo, até o fim deste ano

Região metropolitana. O governo estadual estendeu, ainda, a vacinação para bairros de mais 15 municípios das regiões do Alto Tietê e Osasco. Outros quatro municípios – Guarulhos, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba e Cotia – que já tinham vacinação – continuarão com as ações. O governo pretende aplicar 2.229.072 doses do imunizante na região metropolitana até dezembro. Para isso, conta com o envio de 2,8 milhões de novas doses da vacinas “nos próximos dias”, afirmou Uip.

Uip anunciou ainda que o Horto Florestal e o Parque Estadual da Cantareira, na zona norte, fechados desde o dia 20, quando foi confirmada a infecção pelo vírus em um macaco achado morto no Horto, devem ser reabertos em janeiro.

Ele afirmou que, após a reabertura, os frequentadores serão orientados a só ir ao local se estiverem vacinados ou se fizerem uso de repelente. Hoje, 13 parques municipais estão fechados. Segundo a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, não há previsão de reabertura desses outros locais.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leave a Comment